Porque seu negócio precisa de cloud computing

computação na nuvemImagine que você está tentando fazer um upload de arquivos de fotos tão grande no seu notebook que ele ameaça travar tudo. Isso não é tão grave quando é o seu computador pessoal, mas você já passa raiva. Agora imagine a mesma situação na sua empresa quando você for receber os pedidos de uma promoção ou rastrear as mudanças constantes de um inventário. Se você não tiver servidores potentes para dar conta de todos os requisitos necessários, seu negócio pode morrer na praia.

É consenso que conforme a empresa vai se organizando, precisa de mais infraestrutura de TI, aplicativos, softwares e tudo isso demanda espaço físico e, consequentemente, dinheiro. É aqui que entra a computação em nuvem ou cloud computing. Mas o que é isso, afinal? Talvez você pense que nunca a usou, mas deve usá-la e nem sabia. Quando você usa o Google Drive e o Dropbox, por exemplo, está utilizando serviços na nuvem.

Em geral, a computação em nuvem permite armazenar, acessar e compartilhar dados a partir de dispositivos conectados à Internet em um local central. Em vez de instalar grandes computadores em sua empresa ou contratar um profissional de TI para construir aplicações para você, estes sistemas que ajudam a fazer essas tarefas são construídos e/ou mantidos por um fornecedor externo. A gama de serviços pode ser tão simples como a filtragem de spam ou tão complexo como aplicativos avançados, como gestor de equipes e projetos, CRM, software de compras, etc.

Como você já deve ter notado, com isso é possível contratar apenas o que é necessário para a sua empresa, sem necessidade de pagar licenças e tem de investir a cada nova versão do software. Tudo resume-se a quantidade de controle que você quer ter e as necessidades específicas do negócio.

No artigo anterior, nós já mostramos que a Computação em Nuvem pode ser dividida em Software as a Service (SaaS), Plataforma como Serviço (PaaS) e Infraestrutura como Serviço (IaaS). Hoje vamos mostrar como os recursos podem ser usados na empresa.

 

Maximize a eficiência de TI

Na nuvem os recursos são atribuídos dinamicamente e transferidos com base na demanda do usuário. Os recursos comuns incluem o armazenamento, CPU, memória, largura de banda de rede e serviços de e-mail. Conforme a área de atuação da empresa, os funcionários podem ter diferentes requisitos em termos de especificações de desktop e desempenho – CPU, memória, armazenamento. Isso implica em investimentos altos em hardwares e softwares específicos, sem falar das suas atualizações.
Em um ambiente baseado na nuvem, os funcionários usam desktops virtuais com os recursos necessários. Quando eles param de trabalhar, os desenvolvedores começam a depurar e compilar o código em seus servidores na nuvem e a plataforma atribui dinamicamente memória para compensar as tarefas executadas.

Só pague o que for usar

Talvez a sua empresa tenha um projeto temporário ou um cliente pontual e precise ter acesso a um software especializado. Normalmente, isso implica em um grande planejamento, com a garantia do armazenamento correto, dispositivos de acesso e pagamento de licenças, resultando em custos altos e num aumento no prazo de entrega do projeto/serviço para o mercado ou cliente.
Com a computação em nuvem, é possível ter um ambiente compartilhado em um servidor dinâmico, que só cobrará pelo que for utilizado. A empresa também pode adquirir o software especializado na sua necessidade usando Software como Serviço (SaaS) – pelo tempo necessário, em vez de comprar licenças.

Acesso on-demand

As empresas crescem e com isso vêm a necessidade de soluções fáceis e rápidas para criação de novos usuários e contas e para a implantação de novos serviços. Se a empresa cresce, junto com novos funcionários vêm novos desktops, a criação de e-mails e telefones, com o nível adequado de segurança, o que consome muito tempo. Na computação em nuvem, as empresas podem colocar rapidamente os pedidos de novas caixas de correio, desktops hospedados, extensões VoIP, compartilhamento de arquivos e contas de colaboração, e visualizar como os recursos adicionais se tornam automaticamente disponíveis para os colaboradores. Eles podem prosseguir com a adição de caixas de e-mail e outros serviços para o sistema, que são configurados automaticamente e podem ser usados em poucos minutos. Tudo o que resta para a empresa é garantir a formação adequada sobre os seus negócios e produtos para os novos funcionários.

Aumento na produtividade

Hoje em dia o trabalho é móvel e, para fechar mais negócios, você vai precisar que os funcionários tenham acesso as informações da empresa de qualquer lugar, para fazer reuniões com clientes ou viagens, por exemplo.
Com cloud computing, os arquivos são compartilhados e as ferramentas de colaboração ficam disponíveis na rede podendo ser acessados por quaisquer dispositivos com acesso à internet. Geralmente as ferramentas também são responsivas, isso significa que o seu formato se adapta ao seu dispositivo, que pode ser smartphones, laptops, PCs ou tablets.

 

É claro que essas são apenas algumas vantagens, mas se você comparar o custo X benefício da computação em nuvem com data center local e licenças de softwares provavelmente vai se surpreender.

Você conhece outras vantagens de cloud computing? Tem dúvidas a respeito? Deixe um comentário.

Comentários (1)
Responder

Muto boa e consistente a matéria, tenho a prova disto em um sistema para gerenciamento de clinica de saúde ocupacional que participei do projeto aqui na empresa onde eu trabalho

Deixe um comentário para Cancelar Comentário

Comentar (obrigatório)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)